Como Fazer o Arroz Menos Calórico

Agora você tem uma boa desculpa para não fazer arroz todo dia e comer ele requentado. Pesquisas apontam que o arroz que vai para a geladeira tem menos calorias!

Alimentos Saudáveis

De modo geral os carboidratos se tornaram os vilões das dietas para quem quer emagrecer, e praticamente todos os cardápios de dieta cortam os carboidratos e dão preferência para as proteínas. Mas o problema é que todos amamos uma massa, um pãozinho francês no café da manhã e um arroz branco bem feito! Mas uma pesquisa sobre alimentos tem boas notícias para quem está brigando com a balança: é possível preparar um arroz light!

A Pesquisa

Aprenda a preparar um arroz light!

A pesquisa foi apresentada pela Sociedade de Química do Sri Lanka e apontou que é possível reduzir as calorias do arroz em até 60%. Ela teve base em uma pesquisa britânica que havia sugestionado o mesmo em relação ao macarrão.

O arroz, assim como todo carboidrato, depois de ingerido é processado e vira glicose (açúcar), que é a principal fonte de energia do corpo, esta glicose se não for utilizada é armazenada, e quando é em excesso fazem com que o fígado processe mais triglicerídeos (gordura) fazendo com que a pessoa engorde.

Com isso, os pesquisadores estão tentando fazer com que os carboidratos sejam menos absorvidos pelo corpo e que os níveis de açúcar no sangue fiquem mais baixos, isto é o que baseia a Dieta do Índice Glicêmico.

Como Preparar o Arroz

Os cientistas descobriram que precisariam criar uma espécie de amido resistente para que o organismo não conseguisse quebrá-lo e que não absorvesse-o tão facilmente. Após analisar quase quatro dezenas de tipos de arroz, os pesquisadores concluíram que resfriar o arroz após o cozimento faz com que as moléculas fiquem mais resistentes, impedindo que todo o carboidrato vire açúcar.

Para um melhor resultado o arroz deve ser cozido em fogo lento, durante aproximadamente 40 minutos, com uma colher de óleo de coco. Após ficar pronto o arroz deve ser levado para a refrigeração e ficar por pelo menos 12 horas.

Este resfriamento faz com que o índice glicêmico diminua, e mesmo que o alimento volte a ser esquentado as propriedades não voltam, ou seja, reaquecer o arroz para consumi-lo não fará com que o amido fique menos resistente.

Este processo seria, grosso modo, tentar fazer o arroz branco tomar características de arroz integral. Porém, o arroz integral ainda leva a vantagem de ter fibra.

Apesar das pesquisas, os nutricionistas informam que elas ainda não são conclusivas, e sugerem que se aguarde novos estudos para realmente dizer que a técnica é eficaz. Que apenas o fato de esfriar e depois esquentar o arroz não é suficiente para perder peso.

Por Vânia nas categorias Alimentos Saudáveis. Tags: , , , , , ,

Você vai gostar

Benefícios da Água-de-Coco

Salada Verde

Linhaça: Engorda ou Emagrece?

Comentários (1)

  • Zulmira Mendes disse em 10/04/2015 às 11:44:

    Muito legal essa dica do arroz…. vou fazer!!!!