Dieta do Tipo Sanguíneo: Tipo AB

Cerca de 5% da população mundial possui sangue tipo AB. Ele é considerado uma recente adaptação que surgiu de um cruzamento entre os tipos A e B. O aparelho digestivo de quem possui esse tipo sanguíneo é sensível e requer alimentos mesclados em porções equilibradas. No entanto, seu sistema imunológico é muito complacente e tolera bem as mudanças dietéticas e ambientais. Quanto aos exercícios físicos, devem preferir os aeróbicos mais moderados, que dão ênfase ao equilíbrio e relaxamento, tais como ciclismo, dança, caminhada, natação, golfe, aikido, ioga e Tai Chi Chuan. Os alimentos recomendados são, em geral, peixes, carnes, laticínios, cereais, verduras, frutas e legumes. 

Dieta do tipo sanguíneo AB

Dieta do tipo sanguíneo AB

Coma

Carnes: cordeiro, coelho, carneiro e peru
Peixes e frutos do mar: cavala, sardinha, truta, atum, bacalhau, escargot, badejo, garoupa, cavala, salmão, esturjão, savelha, lúcio, truta , perca oceano, pargo, sardinha e vermelho.
Derivados do leite: iogurte, coalhada, ricota, leite de cabra, queijo cottage, mussarela, ricota e queijo de cabra
Frutas: abacaxi, ameixa, cereja, framboesas, toranja, figo, uva, limão, groselhas, kiwi e uvas
Legumes e verduras: aipo, alho, beterraba, berinjela, brócolis, couve, pepino, aipo, broto de alfafa, batata doce, berinjela, beterraba, brócolis, couve-flor, couve, dente de leão, inhame, folhas mostarda, pepino e tomate
Cereais  e grãos: centeio, trigo, aveia, arroz integral, arroz selvagem, arroz branco, aveia integral, espelta, gérmem trigo, soja, feijão branco, feijão vermelho, feijão rajado e lentilhas
Sementes: nozes, amendoim e castanha da Índia
Temperos: azeite de oliva, alho, missô, curry, salsa e raiz forte
Chás: alfafa, alcaçuz, camomila, bardana, ginseng, gengibre, pilriteiro, folhas de morango, frutos de roseira  e chá verde
Outras bebidas: café

Não coma

Carnes: búfalo, boi, coração, codorna, galinha, frango, pato, ganso, veado, perdiz, porco e vitela
Frutos do mar: enchova, barracuda, esturjão branco, caranguejo, camarão, enguia, lagosta, hadoque, ostras, lagostim, rã, polvo, perca do mar e salmão defumado
Laticínios: leite de vaca, leitelho (leite ácido, semidesnatado, pobre em gorduras; é resíduo da fabricação da manteiga, muito usado sob a forma de leite em pó, leite desnatado e leite magro), queijo brie, manteiga, queijo parmesão, queijo camembert, queijo roquefort, queijo provolone, e sorvete com leite
Frutas: caqui, abacate, banana, côco, carambola, laranja, goiaba, romã e manga
Cereais e grãos: milho, feijão mulatinho, feijão preto, feijão fradinho, feijão azuki e grão de bico
Legumes e verduras: cogumelo, pimentão amarelo, broto de feijão, broto de rabanete, alcachofra, rabanete, alcaparra, azeitona preta, milho branco, milho amarelo, pimentão vermelho e  pimentão verde
Sementes: semente de abóbora, semente de papoula, semente de girassol, semente de gergelim e avelã
Temperos: molho inglês, erva doce, mel de milho, ketchup, picles, óleo algodão, óleo de gergelim, óleo de açafrão, óleo de girassol, óleo de milho, pimenta da jamaica, pimenta do reino, pimenta mexicana, pimenta calabresa, pimenta caiena, pimenta branca, pimenta em grão, tapioca e vinagre
Chás: feno grego, cabelo de milho, lúpulo, genciana, verbasco, sene e tília
Outras bebidas: refrigerantes, chá preto e destilados

Alimentos neutros

Carnes: faisão e fígado
Frutos do mar: carpa, atum, haliote, caranha, caviar, arenque, espadarte, linguado, leque, perca branca, perca prateada, perca amarela, lula, pescada e tubarão
Laticínios: caseína (proteína do leite), queijo cheddar, queijo colby, queijo ementhal, queijo edam, queijo monterey, queijo golda, queijo suíço, queijo neufchatel, queijo munster, queijo arlsburg, queijo gruyére, leite desnatado, requeijão e soro de leite
Derivados da soja: leite de soja, tofu, proteína de soja
Frutas: banana terra, amoras, bagas de sabugo, limas, damasco, melão, maçã, mamão, nectarina, morango, tâmara, passas, pêra, pêssego e tangerina
Cereais e grãos: cevada, trigo, cuscuz, ervilhas, espelta, glúten, trigo integral, trigo duro, feijão verde, granola, lentilha, sêmola, centeio, soja, arroz
Legumes e verduras: agrião, abóboras, acelga, alface americana, alcaravia, alho poró, alface romana, cenoura, aspargo, escalônia, batata inglesa, broto de bambu, cogumelo de  paris, cogumelo enoki, cogumelo portobelo, cogumelo ostra, batata roxa, chicória, couve bruxelas, endívia (variedade da chicória), ervilha, espinafre, escarola, nabo, funcho, repolho branco, repolho chinês, repolho roxo, quiabo, azeitonas e rutabaga
Sementes: castanha do pará, castanha de caju, amêndoas, pinhão, noz macadâmia e pistache
Temperos: açafrão, açúcar mascavo, açúcar branco, araruta, alecrim, alfarroba, cebolinha, baunilha, canela, cominho, coentro, manjericão, cravo da Índia, folha de louro, hortelã, geléia, gengibre, maionese, pimenta, menta, tomilho, mel, melaço, mostarda, molho de soja, óleo de linhaça, óleo amendoim, óleo de canola, óleo fígado de bacalhau, noz moscada, páprica e sal
Chás: amora, bétula branca, dente de leão, erva de São João, folhas framboesa, hortelã, hortelã-pimenta, pimenta caiena, sabugueiro, salsa, salsaparrilha, valeriana e verbena
Outras bebidas: cerveja, vinhos e água gasosa

Alimentos que estimulam a perda de peso

  • Tofu

    • Aumenta a eficácia metabólica
    • Frutos do mar
    • Aumentam a eficácia metabólica
  • Laticínios

    • Aumentam a produção de insulina
  • Hortaliças

    • Aumentam a eficácia metabólica
  • Fuco (algas marinhas)

    • Aumenta a produção de insulina
  • Abacaxi

    • Estimula a mobilidade intestinal

Alimentos que estimulam o aumento de peso

  • Carne vermelha

    • Digestão difícil
    • Amazenada como gordura
    • Intoxica o aparelho digestivo
  • Feijão-mulatinho
    • Inibe a eficácia da insulina
    • Provoca hipoglicemia
    • Diminui o ritmo metabólica
  • Feijão-manteiga
    • Inibe a eficácia da insulina
    • Provoca hipoglicemia
    • Diminui o ritmo metabólico
  • Sementes
    • Provocam hipoglicemia
  • Milho

    • Inibe a eficácia da insulina
  • Trigo-Sarraceno
    • Provoca hipoglicemia
  • Trigo

    • Diminui o metabolismo
    • Torna menos eficaz o uso das calorias
    • Inibe a eficácia da insulina

Tipo AB: O enigma

  • Fusão recente do A e do B
  • Reação camaleônica às mudanças de ambiente e de dieta
  • Aparelho digestivo sensível
  • Sistema imunológica excessivamente tolerante
  • Reage melhor ao estresse espiritualmente, com vivacidade física e energia criativa
  • Um mistério da evolução

Confira as sugestões de cardápio para o tipo sanguíneo AB!

Veja também a dieta do tipo sanguíneo O, tipo sanguíneo A, e tipo sanguíneo B





Deixe seu comentário em Dieta do Tipo Sanguíneo: Tipo AB

Produzido em WordPress | Designed by: Free Web Space | Thanks to Highest CD Rates, Boat Insurance and UK Fiverr
Receitas e Dietas RSS

Receitas e Dietas em seu e-mail!

Cadastre-se e receba nossas atualizações.

Artigos sobre saúde e culinária