Doença Celíaca: O que é, Sintomas e Tratamento

Pessoas com doença celíaca não podem comer alimento que contém glúten. Devem fazer substituições destes alimentos como trocar a farinha de trigo pelo fubá de milho. Conheça mais sobre o que é glúten e sobre as causas e tratamentos da doença celíaca.

Nutrição, Saúde

Muito tem sido falado sobre a dieta sem glúten e doença celíaca. Porém muitas dúvidas sobre o tema ainda existem, sendo esta doença de certa forma ainda desconhecida e mal interpretada. Levando a acreditar que quem tem a doença não pode comer nada e que vive uma vida ruim e sem graça. O que não é verdade.

O Que é Glúten?

Pessoas com a doença celíaca não podem comer alimento que conteém glúten

Para saber sobre a doença é necessário entender o que é o glúten. O glúten é uma proteína presente no endosperma da maioria dos cereais principalmente no trigo, mas é possível encontrá-lo em outros como aveia, centeio, cevada e malte. Os grãos de sementes dos cereais tem outras proteínas além desta e polissacarídeos como o amido. O glúten faz parte da composição química natural destes alimentos. E são essas composições da cadeia proteica que fazem com que as massas feitas por estes cereais tomem aquela característica elástica perfeita para o manuseio na preparação de pães, massas de pizza, bolos e outros.
O glúten está presente não apenas em alimentos e bebidas, outros produtos contém glúten como alguns remédios e alguns produtos que não são ingeridos como alguns tipos de cosméticos.

Sintomas e Tratamento da Doença Celíaca

A doença celíaca se caracteriza por um ataque dos anticorpos ao intestino delgado na ingestão de produtos com glúten. O organismo acredita que aquilo é um invasor e ataca as paredes do intestino impossibilitando a digestão. As mucosas que revestem o intestino são destruídas. Não sendo absorvidos os nutrientes, sais minerais e vitaminas.
As pessoas com doença celíaca e que ingerem o glúten tem mal estar tais como dores abdominais, gases, fezes fétidas, vômitos, perda de peso, barriga inchada, anemia e osteoporose. A Dermatite Herpetiforme é considerada uma variação da doença celíaca apresentando lesões na pele também associada ao consumo do glúten.
O diagnóstico é feito através de exames de sangue e exame de fezes para avaliar a quantidade de gordura nelas. Após estes exames sugerirem a doença, uma biopsia do intestino deverá ser feita para a confirmação do diagnóstico. Sem a biopsia não é possível ter um diagnóstico realmente confiável.
O tratamento consiste basicamente em manter uma dieta rigorosa sem glúten, não podendo abrir nenhuma exceção em momento algum.
A pessoa com essa doença já nasce com essa predisposição genética, e não necessariamente é uma causa hereditária. O mais comum é que os sintomas da doença apareçam por volta dos dois anos de idade, no começo pode ser confundida com a síndrome do intestino irritável, ou outras doenças intestinais como Doença de Crohn, Retocolite Ulcerativa ou Diverticulite do Intestino Grosso. Mas há as pessoas que vão manifestar a doença celíaca apenas na vida adulta, mas não se sabe exatamente o motivo.

Regulamentação do “Contém Glúten”

Em 2003 o Governo Federal sancionou a lei 10.674/2003 obrigando a todos os fabricantes de produtos industrializados, sejam de alimentos ou medicação a terem impresso em suas embalagens ou bulas a designação Contém Glúten ou Não Contém Glúten, conforme o caso. Porém desde 1992 já existia uma legislação similar, 8543/92 garantindo o cuidado à saúde dos celíacos.
As pessoas com doença celíaca ou intolerância ao glúten devem sempre ler os rótulos dos alimentos, remédios, bebidas, e guloseimas. Mas alguns alimentos já são sabidamente proibidos.

Alimentos que Contém Glúten

  • Todos os alimentos preparados com trigo, aveia, centeio, cevada e malte
  • Cerveja, Uísque, Vodca, Gin, Ginger-Alen
  • Ovomaltine
  • Leites achocolatados que contenham Malte ou Extrato de Malte
  • Queijos fundidos que usam os cereais referidos em sua fabricação.
  • Patês, Salsichas, Bifes à Milanesa
  • Maionese, Catchup, Mostarda
  • Hóstia (representação do pão no ritual da eucaristia nas missas católicas)
  • Matzá (pão ázimo presente nos rituais judaicos do Pessach)

Grãos e Cereais que Não Contém Glúten

As pessoas com doença celíaca devem optar por outros tipo grãos, sementes e cereais. A lista é grande e as possibilidades de se alimentar bem aumentam, e os celíacos não precisam ficar sem comer o que gostam, bastam fazer as substituições nas receitas. Veja:

  • Milho, Feijão, Arroz, Batatas, Polvilho, Araruta, Linhaça Dourada, Grão de Bico, Amaranto, Quinua também chamada de Quinoa, Painço, Trigo Sarraceno, Castanhas de Caju, Nozes, Avelãs, Coco, Gergelim, Semente de Girassol e Soja.

Pessoas com a doença celíaca assim como outras que tem suas dietas alteradas, como pessoas com diabetes, hipotiroidismo e outras, necessitam apenas de disciplina, evitando totalmente a ingestão destes alimentos. A indústria alimentícia já tem olhado para estas pessoas e há uma grande variedade de produtos a venda sem glúten. Há lojas, seções de supermercado e casas especializadas com produtos exclusivos para celíacos e diabéticos. Outra forma de comprar esses produtos são nos vários sites na internet que vendem esses produtos. Com certeza é possível ter uma vida com qualidade mesmo com restrição.

Por Vânia nas categorias Nutrição, Saúde. Tags: , ,

Você vai gostar

Fubá Engorda? Tem Glúten?

Lanche Fit: Opções Rápidas e Fáceis

O que é e quais são os benefícios do sal light?