Dieta Low FODMAP’s

Conheça a dieta Low FODMAP que pode auxiliar e muito na síndrome do intestino irritável e outros problemas de saúde.

Dietas

Grande parte da população sofre com estufamento abdominal, responsável por cólicas, gases e até diarreia. Essa barriga inchada causa um incômodo estético e físico como a dor de barriga. Várias são as causas do estufamento, e uma delas é o mau funcionamento do intestino.

Para acabar com a prisão de ventre e melhorar o trânsito intestinal, existem algumas receitas caseiras como consumir mamão, ameixa e kiwi, ou tomar chá de hibisco. Algumas marcas de iogurtes também prometem acabar com o problema do intestino preguiçoso, como o Activia da Danone.

Mas algumas pessoas lidam com a síndrome do intestino irritável (SII) que é onde o intestino tem uma alta sensibilidade e tratá-lo é mais complicado que apenas seguir alguma dieta convencional.

Para estas pessoas o consumo de glúten e lactose já foi abolido, mas uma nova categoria de alimentos tem sido considerado responsável pela barriga oca e estufada, os FODMAP’s.

Descoberta a Causa do Estufamento Abdominal

Um novo grupo de alimentos fermentáveis – oligosacarídeos, dissacarídeos, monossarídeos e polióis, na sigla em inglês FODMAP’s estão sendo considerados vilões e muitos médicos e nutricionistas estão trabalhando com essa dieta para melhorar estes sintomas.

Essa dieta promete acabar com a barriga inchada, mas não se trata necessariamente de uma dieta de emagrecimento para ficar com a barriga seca.

Fodmap

Veja a lista dos alimentos permitidos e proibidos da Dieta Fodmap

Os FODMAP’s são basicamente açúcares (carboidratos) que tem um processo de digestão mais difícil, e que sugam água para o trato intestinal e entram em processo de fermentação, aumentando os gases e a sensação de barriga estufada.

São eles os lacticínios e frutas em geral, as leguminosas como feijão e soja e frutanos como trigo. Os alimentos que sabidamente fazem mal à saúde devem ser retirados da dieta como xarope com glucose de milho (do tipo mel Karo).

Como se trata ao mesmo tempo de alimentos ricos em outros nutrientes, a dieta deve ser feita por pouco tempo, de duas a seis semanas e acompanhada por um nutricionista.

Essa dieta é, sem dúvida, excelente para aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável, depois eles serão reintroduzidos à dieta e excluídos os alimentos que realmente causam maiores alergias e os demais poderão ser ingeridos, porém em menor quantidade.

Como Montar uma Dieta Sem FODMAP’s

Para montar um cardápio sem FODMAP’s é importante ter um diagnóstico de síndrome do intestino irritável (SII) e ter acompanhamento médico e nutricional, pois os alimentos proibidos são muitos e em alguns casos não será possível montar um cardápio exclusivamente de alimentos permitidos e as quantidades de cada alimento que será o importante.

Opte por torradas sem glúten no café da manhã, ovo cozido e iogurte sem lactose, chá ou café. No almoço prepare um risoto de frango e abobrinhas ou um salmão grelhado. Para o café da tarde, uma boa sugestão é meia xícara de amoras. Já no jantar monte um sanduíche ou um sushi com presunto e atum. Ou uma pizza sem glúten.

Para lanches fora de hora, opte por kiwi ou bananas, um copo de leite sem lactose ou uma porção de nozes.

Sempre lembrando que uma dieta com baixo FODMAP’s não deve ser seguida por um longo prazo.

Por Vânia nas categorias Dietas. Tags: , , ,

Você vai gostar

Fase 1 - Dieta de South Beach

Programa de Dieta Para Emagrecer em 10 Dias

Qualquer Dieta Emagrece?