Dieta do Tipo Sanguíneo: Tipo B

Saiba o que comer e evitar na Dieta do tipo sanguíneo: B. Tipo B se dá bem tanto com proteínas quanto com vegetais, podendo ter uma dieta mais flexível.

Dietas

Aproximadamente 10% da populaçãomundial pertence ao grupo sanguíneo B. Sua origem é traçada até as migrações dos seres humanos para o Norte do planeta, cujas paisagens são mais frias temperadas. Esse tipo sanguíneo teve que sofrer mutações genéticas para lidar com as mudanças climáticas e de disponibilidade de alimentos. Sua dieta pode ser mais variada que a dos tipos O e A, podendo incluir carnes, legumes, frutas e com a novidade de ser o único tipo sanguíneo que é compatível com os laticínios. Em termos de sua biologia, são mais flexíveis que os tipos anteriores. Seu sistema imunológico é muito robusto, no entanto é propenso a adquirir viroses que atacam o sistema nervoso caso você não siga as recomendações dietéticas para o seu tipo. Esse grupo lida melhor com o estresse por meio de atividades que envolvem a criatividade e estimulam a espiritualidade, tal como meditação e ioga. Já a prática de exercícios físicos deve ser moderada, e a preferência deve ser dada àqueles exercícios aeróbicos que acalmam e relaxam o corpo, como a natação, caminhadas, artes marciais, tênis, ciclismo, Tai Chi Chuan. Os alimentos recomendados devem ser consumidos em abundância, combinados aos alimentos neutros em moderação; e sempre lembrando de evitar ao máximo aqueles que são tóxicos ao organismo de quem pertence a esse grupo.

Dieta do tipo sanguíneo B

Coma

Carnes: veado, coelho, carneiro, cordeiro
Frutos do mar: badejo, cavala, esturjão, bacalhau, garoupa, caviar, linguado, hadoque, salmão, truta-do-mar, perca/oceano, pargo, sardinha
Laticínios: leite de cabra, iogurte,coalhada, leite desnatado, queijo de cabra, mussarela, queijo cottage e ricota
Frutas: ameixas, mamão, uvas, abacaxi e ameixas
Grãos e cereais: aveia integral, farelo de aveia, arroz integral, soja, feijão fradinho, feijão vermelho, feijão mulatinho, feijão branco, farinha de arroz e painço
Legumes e verduras: berinjela, beterraba, batata doce,ncenoura, couve brócolis, couve-flor, cogumelo shitake, folha de beterraba, couve bruxelas, inhame, folha de mostarda
Temperos: curry, pimentas, azeite de oliva, gengibre, salsa e raiz forte
Chás: gengibre, alcaçuz, folhas de framboesa, hortelã-pimenta, ginseng, sálvia, roseira, chá verde

Não coma

Carnes: coração, codorna, perdiz,pato, galinha d´angola , frango, ganso e porco.
Frutos do mar: amêijoa, barracuda, camarão, enguia, esturjão branco, caranguejo, anchova, lagostim, lagosta, perca listrada, perca do mar, ostras, polvo e salmão defumado
Derivados de soja: tofu
Laticínios: queijo roquefort e sorvete c/ leite
Frutas: caqui, côco, abacate, carambola, romã e azeitona
Grãos: amaranto, milho, arroz selvagem, centeio, trigo, cevada, cuscuz, glúten, feijão preto, feijão rajado, feijão azuki, grão de bico, lentilhas, kasha, trigo sarraceno
Legumes e verduras: alcachofra, abóbora moranga, tomate , broto de feijão e rabanete
Sementes: amendoim, gergelim, pistache, papoula, avelã, castanhã de caju, pinhão, semente de girassol e semente de abóbora
Temperos: canela, óleo de açafrão, gelatina, mel de milho, óleo algodão, óleo canola, óleo gergelim, óleo de milho, óleo de amendoim, óleo girassol, pimenta da Jamaica, pimenta branca e pimenta do reino
Chás: sene, genciana e tília

Alimentos neutros

Carnes: boi, búfalo, fígado, peru, faisão e vitela
Frutos do mar: atum, carpa, lula, arenque, perca, peixe espada, truta  pescada e tubarão
Derivados de soja: leite de soja
Laticínios: leite integral, creme de leite, queijo branco, manteiga, soro de leite e requeijão
Frutas: amora, cereja, bergamota, figos, damasco,  framboesa, goiaba, kiwi, toranja, groselha, limão, laranja lima, manga, maçã, morango, melão, pêra, nectarina, pêssego, passas  e tangerina
Grãos e cereais: arroz integral, arroz branco, aveia, trigo, feijão verde, granola, semolina, centeio
Legumes e verduras: acelga, abóbora, aipo, agrião, aspargos, alfaces, broto de alfa, batatas, chicória, cogumelos, broto de bambu, couve, escalônia, ervilhas, espinafre, escarola, nabo, funcho e pepino
Sementes: amêndoas, gergelim, castanhas e nozes
Temperos: açafrão, agar-agar, alfarroba, alcaparra, baunilha, açúcar, alcarábia, alho, alho poró, araruta, louro, cardamomo, carefólio, cebola, cebolinha, alecrim, coentro, cominho, cravo da Índia, gengibre, endro, cúrcuma, estragão, erva doce, mel, , gelatina, geléia, gaultéria, hortelã, noz moscada, maionese, manjericão, mostarda, manjerona, menta, missô, melaço, molho inglês, mostarda, orégano, pápricas, picles, pimenta em grão, pimenta  malagueta, sal, tomilho e shoyu
Chás: alfafa, amora, gataria, bardana, botão de ouro, bétula branca, , camomila, casca/carvalho, dente de leão, pimenta caiena, equinácea, erva de S. João, folha de morango, dong quai, hortelã, milefólio, marroio branco, valeriana, olmo, sabugueiro, raiz de alcaçuz, salsaparrilha, tomilho e verbena
Outras bebidas: cerveja, café, chá preto e vinho

Alimentos que estimulam a perda de peso

  • Hortaliças
    • aumentam a eficácia do metabolismo
  • Carne vermelha
    • aumenta a eficácia do metabolismo
  • Ovos e laticínios pobres em gorduras
    • aumentam a eficácia do metabolismo
  • Fígado
    • aumenta a eficácia do metabolismo
  • Chá de alcaçuz
    • controla a hipoglicemia

Alimentos que estimulam o aumento de peso

  • Milho
    • inibe a eficácia da insulina
    • prejudica o ritmo metabólico
    • causa hipoglicemia
  • Lentilha
    • inibe a absorção adequada dos nutrientes
    • prejudica a eficácia metabólica
    • causa hipoglicemia
  • Amendoim
    • prejudica a eficácia metabólica
    • causa hipoglicemia
    • inibe o funcionamento do fígado
  • Sementes de gergelim
    • prejudicam a eficácia metabólica
    • causam hipoglicemia
  • Trigo-sarraceno
    • inibem a digestão
    • prejudica a eficácia metabólica
    • causa hipoglicemia
  • Trigo
    • torna mais lentos os processos digestivo e metabólico e faz com que o alimento seja armazenado como gordura ao invés de ser consumido em forma de energia
    • inibe a eficácia da insulina

Tipo B: O nômade

  • Equilibrado
  • Sistema imunológico forte
  • Sistema digestivo tolerante
  • Opções dietéticas mais flexíveis
  • Consumidor de laticínios
  • Reage melhor ao estresse com criatividade
  • Requer um equilíbrio entre a atividade física e mental para permanecer magro e forte

Confira as sugestões de cardápio para o tipo sanguíneo B!

Veja também a dieta do tipo sanguíneo O, tipo sanguíneo A, e tipo sanguíneo AB

Por Paula nas categorias Dietas. Tags: , , , , , , , ,

Você vai gostar

Dieta do Tipo Sanguíneo: Tipo AB

Dieta do Tipo Sanguíneo: Tipo A

Dieta do tipo sanguíneo

Comentários (1)

  • eleuza disse em 05/09/2011 às 21:57:

    gostaria de consseguir com essa dicas