Criança pode fazer dieta?

O sobrepeso entre crianças e adolescentes vem se tornando cada vez mais comum, mas isso não significa que os pequenos devem fazer dietas muito restritivas.

Dietas, Saúde

O que fazer quando a criança está acima do peso? Muitos pais se desesperam com a possibilidade de ter filhos obesos, mas é preciso ter muito cuidado ao lidar com esse tipo de problema. Se, por um lado, o número de crianças e adolescentes com sobrepeso é crescente, por outro, os distúrbios alimentares são cada vez mais frequentes.

Recentemente, numa festa de família, vi a mãe de uma prima pequena, com pouco mais de 3 anos, dizer que ela era feia e que ninguém gosta de criança gorda. Nem é preciso ser especialista no assunto para saber que comportamentos como este não são bons, pois interferem muito no psicológico da criança.

O estímulo a dietas extremas também não é indicado. Se a criança passa a ter uma alimentação muito restritiva, pode ter problemas de saúde no futuro e desenvolver doenças como a bulimia e anorexia.

Alimentação Para Crianças Acima do Peso

A alimentação deve fazer parte do processo educacional das crianças. Isso significa que desde cedo os pequenos precisam aprender a importância dos alimentos para a saúde. Quando falamos, na fase adulta em reeducação alimentar, a ideia é corrigir o que foi aprendido errado no decorrer da vida. Assim, a criança que convive desde cedo com um cardápio adequado pode se tornar um adulto mais saudável.

A criança com sobrepeso precisa passar por uma avaliação médica completa. Somente dessa forma será possível verificar as causas do problema e também as melhores alternativas de tratamento.

Criança precisa de uma alimentação diversa e nutritiva!

Criança precisa de uma alimentação diversa e nutritiva!

Um cardápio balanceado pode ser elaborado por um profissional da área de Nutrição, levando em consideração as necessidades especiais da criança e seus hábitos alimentares. Esse tipo de dieta não pode ser rigoroso como a dos adultos, porque a alimentação compromete o desenvolvimento.

O melhor é incluir um pouco de tudo em quantidades moderadas. A criança precisa consumir frutas, verduras e cereais integrais desde cedo para ir educando o paladar. A ingestão de água também deve ser estimulada para que se torne um hábito.

De Olho nos Pais

Os pais têm papel essencial na alimentação das crianças. Para começar, o exemplo alimentar é importantíssimo, porque os filhos refletem os hábitos dos pais. Quando o pai e/ou a mãe não comem bem, dificilmente a criança aprenderá sozinha o que é saudável e nutritivo.

Além disso, a genética deve ser observada. Quando os pais são obesos, a chance da criança também se tornar obesa é maior. Nesses casos, o cuidado com a alimentação precisa ser redobrado para evitar problemas de saúde.

E como comentamos antes, os pais não podem torturar a criança por causa do peso. Ofensas são muito ruins porque causam traumas. A dica é conversar abertamente, explicar os problemas advindos da má alimentação e ouvir também o que o filho tem a dizer. Um bom médico pode orientar de forma adequada sobre a alimentação e os cuidados necessários.

Por Mila Silva nas categorias Dietas, Saúde. Tags: , , , , , ,

Você vai gostar

Dieta para Baixar o Colesterol

Benefícios do Chá de Flor de Hibisco para Emagrecer

Dieta Mediterrânea: A Melhor, Comprovada Cientificamente